1 de março de 2011

Avaliação (?) na Educação.

Pensar a questão da avaliação nos remete a considerar todo o contexto do processo educativo, pois são fios entrelaçados por onde se pode chegar onde quiser, depende do objetivo de cada um.
De tantos que se pudesse relacionar pensar a avaliação escolar se torna relevante já que envolve pais, crianças, professores e dependendo do olhar a coordenação o sistema...
Análises, julgamentos, avaliações são questões delicadas diretamente relacionadas à criança, que não deveria ser réu, nem alvo de classificação, discriminação e exclusão.
Nenhuma questão do processo educativo pode ser considerada de forma isolada, não caminha ou se cria sozinha, não surge do nada. Estão intimamente relacionadas como: planejamento, condições de trabalho e de acesso, remuneração de professores, avaliação entre tantos. Influenciam-se mutuamente colaborando cada uma com a sua cota para um espantoso e alarmante numero de excluídos dentro e fora da escola caracterizados e elencados na reprovação, repetência e evasão escolar.
Se pensarmos a avaliação como um dos pontuadores, entramos num vasto campo onde a saída ainda não está demarcada, o que há são apenas alguns indicadores que talvez possa levar o professor e outros profissionais da educação a tatear com mais segurança nesse campo.
A avaliação está posta como obrigatoriedade para todos: ENEB, ENEN, anual, semestral, bimestral, quinzenal, semanal, diária... Nesse emaranhado há uma vítima o avaliado, homogeneizado. Não entraremos no campo da avaliação fora do processo educativo para as crianças, que pressiona, julga, submete... também os professores.
Mas considerando a entrada da criança no sistema escolar, onde “há escola para todos”, é até simples, o que não significa que ela tenho sido incluída no processo educativo. Vale lembrar que a avaliação já está valendo no ato da matricula, poucas pessoas olham as falhas do sistema. Se a criança não se inclui no processo, a culpa é dela, porque é tímida, não conversa, não tem cultura, não é interessada... Se não aprendeu entre os trinta alunos da sua sala, a culpa também é dela porque só queria ir para o recreio, dormia na aula, sempre distraída, não tem material em dia, não faz as lições de casa, os pais não se importam...
A criança entra nesse processo com o peso da culpalização, por questões como essas que não são suas. Até que a criança se dê conta disso, o tempo passou, ela desistiu sem ter claro as razões. Brandamente vai sendo excluída pois não da conta das “responsabilidades” (culpalizações) que lhe são atribuídas por aqueles que querem se livrar da culpa: sistema, família, professor... A criança não sabe, não compreende, não consegue se libertar e encontrar a si mesma sob esse processo avaliativo. As notas são a definição derradeira da sua vitória ou da sua derrota, mas ainda não definem tudo. Nesse contexto o processo educativo pode estar centralizando o aspecto cognitivo na decoreba  dos conteúdos implicando co acumulo de dificuldades futuras para a criança que vai precisar daqueles conhecimentos no sistema como está posto.
A avaliação que homogeneíza é a mesma que leva o aluno até a quinta serie sem que ela saiba ler ou escrever e faça uso social disso. É a mesma que dissemina a “cultura do fracasso escolar e do problema de aprendizagem, como desculpas esfarrapadas para um sistema que não dá conta da sua demanda.
Não sei se há como saber exatamente quem consegue passar pelas provações desse funil, talvez os mais fortes, os mais guerreiros, os mais espertos, os de auto estima mais elevada, os protegidos ou seriam os sortudos ?
Poderíamos pensar que há razões obscuras, sob nossas escusas, que de tão ocupados com a inflação que corrói o salário, pelas preocupações com a violência, pela educação dos filhos, pela capacitação em serviço que melhora a possibilidade de classificação, ficamos como as crianças: culpalizados e incapacitados de investigar e permanecendo assim reprodutores do sistema.
Para servir como pontos, sugestões, reflexões acerca daquilo que se faz no momento de registrar a evolutiva de uma criança deixando de vê-la como um dos alunos, sem identidade, sem singularidades, sem grupos sociais aos quais pertence...

Um comentário:

janeska disse...

Meu Deus amiga, que coisa mais linda este teu blog, e que inspirador...não consegui ver tudo de uma vez, mas como voltarei sempre não tenho pressa...me emocionei com tanta coisa maravilhosa, encantadora...quanto texto interessante, quantos trabalhos lindos, quantas idéias...parabéns amiga, e obrigada por nos oferecer um pouco de ti que é tão rica e iluminada, bjo cheio do meu carinho mais admiração ainda!

Um Poema de Shakespeare Nas 21 frases que seguem.

 smiles "Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança.

E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes, não são promessas. E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. smileys

smiley E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam... E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. smiley 

smilie Descobre que leva-se anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la, e que você pode fazer coisas em um instante, das quais se arrependerá pelo resto da vida.

smiles Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem da vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.

Aprende que não temos que mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam, percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa - por isso, sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a ultima vez que as vejamos.

Aprende que as circunstâncias e os ambientes tem influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.smileys

smileysAprende que não importa onde já chegou, mas onde está indo, mas se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar serve. Aprende que, ou você controla seus atos ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.smilie

smilieAprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências.

smileyAprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, é uma das poucas que o ajudam a levantar-se.

smilesAprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas, do que com quantos aniversários você celebrou.

smileysAprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens, poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso. smilie"Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso."

 smiley"Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar-se a si mesmo."

 smilesAprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.

Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. smilie

smilesAprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores. smilesE você aprende que realmente pode suportar... que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!" 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Michael Foucault

smilie Aproveite o que a vida te dá ! Mas não te dê por satisfeito.
smilessmileys As pessoas pensam conseguir as estrelas, e acabam como peixes vermelhos num aquario. (MB)
smiles "Errar é humano, tropeçar é comum. Ser capaz de rir de si mesmo é maturidade." (WAW)

Escola do Mar - São José - SC

O Homem que Amava Caixas (Stephan M King)